Wingsuit – voando, no melhor sentido da palavra.

Não sei se todos sabem, mas no pára-quedismo temos várias modalidades para a prática do esporte, ficando o atleta livre para bem escolher a modalidade que mais se identificar.

Formação em queda livre, freefly, estilo, trabalho relativo de velames, e assim por diante, cada um com sua característica. Uma delas, que não foi citada antes aqui, o vôo com um tipo de asa, o wingsuit, foi a minha recente experiência, que digo desde já, é impressionante!

Loic Jean-Albert, conhecido por "flying dude", famoso wingsuit pilot.

Sobre o wingsuit, especificamente, temos algumas informações importantes aqui neste link na Wikipédia.

Fiz um treino com uma treinadora chamada Marcia Farkouh, em Boituva, outubro de 2011. Na oportunidade, inciamos com um track jump, para verificar a minha habilidade no vôo, e após uma boa aula no chão, parti para o primeiro salto com um wingsuit da birdman. O salto não saiu como planejado, pois entrei em giro, e de cara tive que desconectar as asas para comandar o pára-quedas.

Vídeo da desconexão das asas:

O grande receio do salto com este acessório é que além de todos os procedimentos relativos a um salto comum, temos ainda a preocupação com alguns zíperes e botões, que exigem procedimentos a mais, antes ou depois de comandar um pára-quedas principal ou reserva. O vídeo acima mostra todo o salto e as dificuldades que eu tive.

A exigência técnica para esta prática é de aproximadamente 200 saltos, o que na verdade não é uma obrigatoriedade, mas sim, uma garantia de que você já possui experiência em saltos com pára-quedas.

No total fiz sete saltos com a roupa, mudando finalmente para uma phanton2(que é minha), onde consegui fazer três saltos, dentre estes sete que citei. Nos treinos tive apenas um twist, no salto que fiz treinando os giros no eixo de deslocamento à frente. Desses saltos, não filmei um deles, mas sem problemas.

Segue então o video do treinamento, acompanhado da Marcia Farkouh, as imagens são de nossas câmeras.

Bons saltos a todos e para quem ainda não saltou, não perca a chance, sinta a verdadeira sensação de estar vivo.

Força e Honra!

Anúncios

About Carlos Melo

Especialista em Segurança Pública, formado pela Academia de Polícia Militar de Brasília (APMB, 1997). Exerceu cargo na Polícia da ONU (UNPOL) na Missão das Nações Unidas em Timor Leste(UNMIT -2008 e 2009), onde trabalhou em ações de investigador. Instrutor de alguns cursos na PMDF, dentre estes, do Curso de Operações Especiais, especialista em técnicas e táticas de resgate de reféns, tiro policial e gerenciamento de crises. Também ministrou palestra vários organismos públicos e privados, sobre ameaças de bomba e seqüestro relâmpago. Especialização Inteligência Estratégica e segurança da informação.

2 responses to “Wingsuit – voando, no melhor sentido da palavra.”

  1. Marcia Farkouh says :

    Olá Carlos, ficou muito show esta materia, obrigada pelas palavras. Como vão os voos? Que vc continue sempre agindo com tranqüilidade e segurança .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: